Sabia que as indústrias alimentar e hoteleira são dos setores que emitem mais pegada de carbono? Qual a importância de reduzir a pegada de carbono do seu restaurante? E como fazê-lo de forma eficaz?

A preocupação ambiental é, cada vez mais, um fator obrigatório na gestão de um ponto de venda e deve acompanhar o ciclo de vida do negócio, desde a obtenção das matérias-primas, ao seu transporte, produção dos pratos, gestão dos resíduos, entre outros aspetos. Segundo dados da ONU, todas as semanas há uma crise climática no mundo, uma situação que remete para a adoção de medidas sustentáveis urgentes a nível mundial.

No Horeca, os consumidores estão mais conscientes e preferem os restaurantes que assumem um compromisso com o meio ambiente.

 

Práticas sustentáveis:

 

Evite o desperdício às refeições. Sirva quantidades que correspondam ao consumo real dos clientes.
Aproveite ao máximo os ingredientes. Técnica do ´trashcooking´. Exemplo: um tomate muito maduro, que já não serve para saladas, pode ser utilizado para um molho.
Utilize ingredientes da época, produtos frescos do dia e trabalhe com fornecedores locais.
Compre a fornecedores de comércio justo, que utilizem materiais biodegradáveis para as suas entregas e que combinem a realização de envios pontuais para diminuir as emissões de combustível.
Doe a comida que sobra. Estabeleça parcerias com empresas e associações que distribuam as sobras.
Faça um controlo rigoroso do stock e datas de validade. Com um bom sistema de etiquetas e armazenamento, podem reduzir-se os resíduos de forma significativa.
Tenha na sua cozinha uma estação de reciclagem e compostagem especial para organizar e separar corretamente os resíduos.
Técnicas de poupança de água. Disponha de sanitas economizadoras de água, por exemplo.
Eficiência energética. Disponha de equipamentos de iluminação, climatização, ventilação, refrigeração e cozedura de baixo consumo.
Utilize produtos de limpeza que não contenham químicos. Livres de agentes prejudiciais para o ambiente e saúde dos clientes.
Utilize mobiliário e utensílios sustentáveis. Aposte num conceito diferenciador com móveis de materiais reciclados ou mais ecológicos. Evite ao máximo o plástico.
Adote o conceito de cozinha aberta e promova a transparência. Os clientes gostam de ver como se confecionam os pratos.
Desenvolva ações de formação junto da equipa. Uma equipa formada e consciente é fundamental para o sucesso das medidas sustentáveis no ponto de venda.

[Fonte: The Fork]

 

Ao estar mais próximo de um conceito eco-friendly, está a contribuir, com um papel ativo e importante, na definição do futuro do planeta.