Em tempo de exceção, que aspetos do negócio pode um restaurante gerir para equilibrar custos e continuar a desempenhar a sua responsabilidade perante a sociedade, os seus colaboradores e clientes, nesta fase de desconfinamento? A reflexão, o planeamento e a resiliência são a base para superar os desafios.

 

6 BOAS PRÁTICAS

 

1. Equilibre o volume do negócio mediante a evolução do contexto de pandemia

Adapte o seu menu. Avalie possível redução da variedade de pratos da carta do restaurante e estude melhor as margens a aplicar nos mesmos, podendo concentrar as suas vendas em produtos com maior eficiência de confeção/volume de vendas. Duas semanas depois da reabertura, cerca de 40% dos restaurantes já apresentavam uma ementa com menos variedade, segundo um estudo de balanço realizado pela Consulting2gether, consultora especializada em restauração.

 

2. Otimize stocks

Um consumo ético e sustentável não só reduz o desperdício alimentar como contribui para uma gestão eficiente dos seus recursos.

  • Otimize stocks. Planeie bem as suas compras e adapte o seu stock ao volume atual de negócio.
  • Evite o desperdício às refeições. Sirva quantidades que correspondam ao consumo real dos clientes.
  • Aproveite ao máximo os ingredientes. Exemplo: um tomate muito maduro, que já não serve para saladas, pode ser utilizado para um molho.
  • Utilize ingredientes da época. Invista em ingredientes de qualidade superior, produtos frescos do dia e trabalhe com fornecedores locais.

 

3. Opte pela rotatividade do seu Staff

Em conjunto com a sua equipa, elabore um plano de trabalho rotativo à medida das necessidades, de forma a equilibrar custos e manter a viabilidade do negócio. Faça a gestão das férias e folgas em sintonia com este plano de ação.

 

4. Take-Away e Delivery

“Uma solução criativa e financeiramente viável para alavancar as vendas do restaurante.” APHORT

Reveja o artigo no Autêntico sobre o Take-Away e Delivery: https://autentico.superbockgroup.com/blog/covid-19/news-1/as-melhores-praticas-digitais-no-take-away-e-delivery

 

5. Melhore a eficiência energética

Recordamos algumas medidas simples que permitem reduzir o consumo de energia no seu ponto de venda.

  • Aproveite ao máximo a iluminação natural.
  • Desligue a iluminação nos períodos de paragem.
  • Controle de forma automática a iluminação (sensores de presença, movimento, temporizadores, sensores crepusculares).
  • Maximize a iluminação localizada (junto aos postos de trabalho) em detrimento da generalizada (iluminação de teto);
  • Substitua a tecnologia de iluminação tradicional pela tecnologia LED.
  • Ajuste os níveis de iluminação às necessidades reais de cada espaço/atividade.
  • Garanta que só estão ligados os equipamentos efetivamente necessários.

 

6. Plano de orçamento a médio prazo

Elabore um plano de orçamento a médio prazo de forma a ter uma visão geral das receitas e despesas para os próximos meses. É uma boa prática que o vai ajudar a controlar as suas finanças.

 

A atualidade exige um plano de ação que contemple aspetos financeiros e de análise da rentabilidade do negócio.