Estará no segmento de cervejas sem álcool um dos próximos vetores de crescimento da categoria de cerveja em Portugal? O Super Bock Group lidera o segmento com 53% de quota de valor no mercado total. Super Bock Free Sem Álcool é a marca que contribui para a liderança, apresentando 49% de quota de valor [Nielsen YTD 19’ - agosto].

 

De janeiro a agosto 2019, o segmento de cervejas sem álcool cresce +14% em valor [Nielsen YTD 19’ - agosto].
Atualmente, quase 1 em cada 10 litros de cerveja consumidos em Portugal pertence às variedades sem álcool. O segmento regista um consumo de mais 33% do que em 2017 [Fonte: Kantar World Panel].
Consumidores que nunca tinham comprado cervejas sem álcool passaram a comprar em 2019. O segmento cresce através do aumento de número de clientes. [Aimia YTD 19’ S39].

 

A crescente consciencialização do consumidor para um consumo responsável e a opção por estilos de vida mais saudáveis está a impulsionar o segmento sem álcool.

 

A geração Millennials mostra-se mais preocupada com o consumo de álcool do que gerações anteriores [Global Data - Key Trends in Global Beer Market 2017].
Health & Wellness [Saúde e Bem-estar] é a macro tendência no mercado alimentar, traduzindo-se numa crescente preocupação do consumidor com o seu bem-estar e numa mudança dos seus hábitos alimentares, onde se inclui o aumento do consumo de cerveja sem álcool - um produto visto como uma opção saudável, com todo o sabor e qualidade de uma boa cerveja, que se adequa a todos os momentos de consumo [não apenas a situações de restrição], como alternativa aos refrigerantes e outras bebidas mais calóricas.

 

“A Super Bock Free tem registado um bom desempenho em volume e valor, impulsionado pelo crescimento interessante do segmento sem álcool. O consumidor português está cada vez mais desperto para esta oferta”, sublinha Madalena Cunha, gestora de marca de Cervejas do Super Bock Group.

´Os rótulos sem álcool´ posicionam-se como um dos destaques no portfólio dos pontos de venda em 2020, num contexto de crescente diversificação e valorização do segmento.